terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Petrobras anuncia novo aumento dos preços dos combustíveis

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (5) o reajuste dos preços da gasolina e do diesel nas refinarias. Os aumentos foram de 8,1% e 9,5%, em média, segundo a estatal, e passam a valer nesta terça-feira (6). Se o reajuste for integralmente repassado pelos outros integrantes da cadeia do petróleo, sem alteração das demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 5,5%, ou cerca de 17 centavos de real por litro, e a gasolina, 3,4%, ou 12 centavos de real por litro. As principais razões para o aumento, segundo a Petrobras, são a alta nos preços do petróleo e derivados e a desvalorização da taxa de câmbio no período recente. “A Petrobras reafirma sua política de revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis cuja volatilidade vem aumentando recentemente”, diz comunicado da companhia. O reajuste nos preços dos combustíveis era considerado certo por muitos analistas, desde o acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para diminuir o volume de produção da extração de petróleo. O acordo puxou fortes altas na cotação da commodity desde a semana passada. (fonte: Veja) PUBLICAÇÃO:( AFRÂNIO NOTÍCIAS)
Compartilhar:

Suposto desacordo entre UPAE e Hospital Memorial pode levar pacientes cardíacos à morte, denunciam médicos

Pacientes cardíacos de várias cidades da região que precisam de atendimento e recorrem à Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada (UPAE) de Petrolina para serem encaminhados ao Hospital Memorial podem ter complicações de saúde devido a uma ‘quebra de fluxo’ entre as duas unidades. O atendimento no Memorial é feito através de convênio com o Serviço Único de Saúde (SUS). Segundo denúncias, os médicos da UPAE estariam impedidos de encaminhar pacientes cardíacos para realizar cateterismo (ou outros procedimentos de emergência) no Hospital Memorial, se não houver vagas para interná-los. Tudo teria ocorrido após um suposto desentendimento entre a coordenação médica da UPAE e a equipe médica do hospital. De acordo com informações, por conta da grande demanda e o Memorial ter poucos leitos, a equipe médica do hospital teria estabelecido uma regra: fazer os procedimentos de emergência e enviar os pacientes de volta para UPAE, para serem acompanhados durante 24 horas ou até surgir vagas. No entanto, a coordenação médica da UPAE teria se negado a receber os pacientes de volta, cortando o fluxo entre a Unidade e o Hospital. Perigo Os próprios médicos do Memorial informaram a este Blog que o rompimento desse ciclo pode causar a morte de muitos pacientes, uma vez que é de suma importância o cateterismo e angioplastia em pessoas infartadas. Eles também disseram que 50% dos pacientes infartados morrem em até duas horas, caso não sejam tratados. Também é possível que o paciente fique com sequelas devido à demora no atendimento. O suposto desentendimento entre as equipes das duas unidades de saúde ainda teria ocasionado a demissão de um profissional da UPAE. No último dia 25 de novembro, o clínico geral, que preferiu não expor sua identidade, contou a este Blog que enviou uma paciente para fazer cateterismo. Após o procedimento, o Memorial informou que a paciente precisava de uma cirurgia, mas o hospital estava sem leito disponível, e pediu à UPAE para recolhê-la até surgir uma vaga ou encontrar outra unidade para fazer a cirurgia. Esse processo já vinha acontecendo há bastante tempo, segundo ele. O clínico geral teria informado o caso à coordenação médica da UPAE, que teria dito que esse fluxo (de volta) não seria possível. O médico da UPAE teria questionado que estava no regulamento da unidade, mas a coordenação teria rebatido e dito que isso não iria acontecer. O médico da UPAE, então, teria sugerido ao coordenador ligar para um dos médicos do Memorial para resolver o caso. No dia 29 de novembro, ele foi chamado pela coordenação, que o demitiu. Para demiti-lo, a coordenação teria alegado que “foi uma questão de perfil de serviço”, contou o profissional, que estava há dois anos nos quadros da UPAE. Respostas A reportagem do Blog entrou em contato com a assessoria de comunicação da UPAE, que enviou nota de esclarecimento sobre o assunto. “A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/imip) esclarece que, enquanto estabelecimento de saúde pré-hospitalar, recebe demanda espontânea de urgência e emergência, prestando o primeiro atendimento clínico aos pacientes. Após estabilização do quadro clínico, a vaga hospitalar é solicitada junto à Central de Regulação Interestadual de Leitos (CRIL)”, explica. Ainda na nota, a UPAE diz: “como unidade solicitante, não nos cabe receber pacientes oriundos de serviços de saúde de maior complexidade, pois não somos unidade hospitalar e não realizamos internamento. Assim como não possuímos Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para dar suporte aos pacientes que passam por procedimentos de alta complexidade, como o cateterismo cardíaco.” A Unidade ainda destaca que “de acordo com a Portaria nº 342, de 4 de março de 2013, do Ministério da Saúde, unidades de saúde como a UPA 24h são obrigadas a contrareferenciar o paciente que necessite de atendimento de alta complexidade para outro serviço de atenção integrante da Rede de Urgência e Emergência, proporcionando continuidade ao tratamento com impacto positivo ao quadro de saúde individual”, frisa. “Quanto ao caso do médico que foi desligado da UPAE, a Unidade esclarece que os motivos foram anteriores e alheios ao fato em questão”, finaliza a nota. O Blog voltou a questionar a equipe do Memorial, a qual disse que a explicação da UPAE é uma norma da Secretaria de Saúde de Pernambuco. Porém, é questão de “bom senso” o envio dos pacientes para serem tratados e encaminhados de volta, pois o serviço já vinha sendo realizado há muito tempo e “funcionando perfeitamente”. Para solucionar o caso, o Memorial vai tentar um novo contato com a UPAE e também com a Secretaria de Saúde do Estado. FONTE:( BLOG DO CARLOS BRITTO) PUBLICAÇÃO:( AFRÂNIO NOTÍCIAS)
Compartilhar:

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Sol e muito calor devem marcar mais uma semana em Petrolina, segundo Meteorologia

Sol intenso e muito calor devem marcar mais uma semana em Petrolina e região. É o que apontam os principais institutos de meteorologia do país. A temperatura mínima deverá oscilar entre 25°C e 28°C, e a máxima continuará elevada – entre 37°C e 38°C.
Compartilhar:

Nova tragédia: Noiva morre em queda de helicóptero a caminho do casamento e noivo entra em estado de choque

Um acidente de helicóptero matou quatro pessoas a caminho de um casamento na tarde deste domingo (4) em São Lourenço da Serra, na Grande São Paulo, entre elas a noiva, o irmão, a fotógrafa da cerimônia e o piloto da aeronave. No Recanto do Beija-Flor, local onde aconteceria festa, cerca de 300 convidados aguardavam a chegada da noiva. De acordo com o dono do espaço, Carlos Eduardo Baptista, Rosemere do Nascimento Silva chegaria de helicóptero à recepção como parte de uma grande surpresa para todos. O empresário, ao notar o atraso da chegada da aeronave, entrou em contato com a empresa responsável pelo voo, mas só teve a confirmação da tragédia por volta das 17h30. Com a tragédia, as flores que seriam usadas na festa serão utilizadas no velório, completou Baptista. “Avisei primeiro ao noivo, quando o Corpo de Bombeiros confirmou que não havia sobreviventes. Ele entrou em choque, não queria acreditar, até porque era surpresa para ele essa chegada com a aeronave”, disse. Apesar do tempo ruim, Baptista disse que se tranquilizou porque o piloto estava habituado com o percurso. “É a terceira vez que o piloto fazia o trajeto até aqui, conhecia bem a área. Fiquei muito preocupado, porque o tempo estava ruim, mas soube que em Osasco, de onde o helicóptero veio, o tempo estava aberto”, contou. Sem reação Baptista contou ainda que a família e os amigos ficaram sem reação num primeiro momento. “Está todo mundo buscando forças para seguir em frente, nem sei descrever como ficaram quando souberam o que aconteceu. O noivo estava inconsolável, mas é uma pessoa abençoada e vai se recuperar. Foi um susto muito grande, porque era uma surpresa muito grande que ela havia preparado. Foi um sonho que ficou para trás”, disse o empresário, comovido. (fonte: Extra/foto: Corpo de Bombeiros) PUBLICAÇÃO:( AFRÂNIO NOTÍCIAS)
Compartilhar:

Gabarito de Enem 2016 adiado deve ser divulgado nesta quarta-feira

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou que o gabarito oficial da segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será divulgado na manhã de quarta-feira (7). As provas foram aplicadas neste sábado (3) e domingo (4) em 166 municípios de 23 estados e no Distrito Federal. No total, o Enem foi adiado para 273.524 candidatos por causa das ocupações estudantis, e por outros 4.133 candidatos em decorrências de outros problemas, como falha no procedimento de identificação, erros de controle de horários de provas e falta de energia elétrica em locais de provas. Nesta segunda-feira (5), a partir das 13h, o G1 realiza um programa ao vivo no estúdio em São Paulo, onde professores do SAS vão comentar as 10 questões mais polêmicas (ou difíceis) desta segunda aplicação do exame neste ano. Os estudantes poderão tirar dúvidas. A segunda aplicação do Enem 2016 terminou com abstenção de 39,7% no primeiro dia e 41,4% no segundo dia. Muitos candidatos relataram salas de aulas vazias. No Pará, em um local de provas que esperava 116 candidatos, apenas oito apareceram no sábado. Houve ainda casos em que um município tinha apenas um único candidato refazendo as provas. Segundo o Inep, como nem todos os candidatos eram obrigados a fazer os dois dias de prova, não é possível calcular um índice de abstenção semelhante à primeira aplicação (em novembro, a porcentagem de candidatos que não fizeram as provas foi de 30,4%). No sábado, os estudantes fizeram as provas de ciências humanas e ciências da natureza, com 45 questões cada. Segundo professores de Fortaleza e de Belo Horizonte ouvidos pelo G1, a prova manteve o “padrão Enem”, com equilíbrio de questões fáceis, médias e difíceis. Os assuntos abordados foram diversos e contemplaram grande parte dos temas ensinados no ensino médio, e a isonomia em relação à prova aplicada em novembro foi mantida. Entre os temas que apareceram nas provas estão uma série de pensadores da filosofia e sociologia, como Platão, Karl Marx, Norberto Bobbio, preocupação com questões socioambientais, como aquecimento global, biocombustíveis e desastres ambientais, além de diversos aspectos da africanidade na sociedade, principalmente na prova de história. Redação No domingo, o tema da redação foi “Caminhos para combater o racismo no Brasil”. A expectativa para descobrir o tema era também dos candidatos que fizeram o Enem de novembro. Na prova aplicada nos dias 5 e 6 do mês passado, a orientação era escrever sobre “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Apesar da proximidade dos temas, professores alertam para o fato de que o tema não é apenas “racismo no Brasil”, mas sim “os caminhos para combater” esse problema. Por isso, além de aproveitar as informações dos textos motivadores que sempre acompanham a prova, segundo eles, é fundamental, para garantir uma nota alta, que o estudante reconheça a existência do racismo no país. (fonte/foto: G1-SP) PUBLICAÇÃO:( AFRÂNIO NOTÍCIAS)
Compartilhar:

sábado, 3 de dezembro de 2016

Candidatos que relizaram concurso público em Orocó cobram homologação de resultado final

Em Orocó (PE), no Sertão do São Francisco, o concurso público realizado pela gestão do prefeito Dédi continua rendendo muitos questionamentos por parte dos candidatos. O problema, segundo informações repassadas ao Blog, é que o resultado final do certame já foi publicado no site da empresa organizadora, a Consulpam. No entanto, a homologação do resultado ainda não aconteceu, e faltam poucas semanas para o prefeito encerrar o mandato. Com a palavra, a gestão municipal. FONT:( BLOG DO CARLOS BRITTO) PUBLICAÇÃO:( AFRÂNIO NOTÍCIAS)
Compartilhar:

UPE antecipa Sistema Seriado de Avaliação 1 e 2

A Comissão Permanente de Concursos Acadêmicos (CPCA) da Universidade de Pernambuco (UPE) antecipou a aplicação das provas, da primeira e segunda fases, do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) para os dias 9 e 10 de janeiro de 2017. De acordo com a assessoria, o novo calendário das duas fases define que as provas serão aplicadas nos mesmos dias, sendo o SSA 1 pela manhã e o SSA 2 à tarde. A divulgação dos novos cartões informativos, contendo os locais de realização, começou desde o último dia 26. O SSA 2 e 1 seriam realizados nos dias 27 e 28 de novembro, e 4 e 5 de dezembro, respectivamente. O desempenho individual dos estudantes será divulgado até o dia 17 de março de 2017, apenas no sistema de inscrição. O comunicado oficial da UPE sobre a antecipação do SSA pode ser conferido no link nota_ssa. FONTE:( BLOG DO CARLOS BRITTO) PUBLICAÇÃO:( AFRÂNIO NOTÍCIAS)
Compartilhar:
Postagens mais antigas → Página inicial

PREVISÃO DO TEMPO

SEJA VISTO!

Envie Sua Notícia.

Tecnologia do Blogger.

Anuncie Aqui: